sábado, 30 de abril de 2016

Reflexão Casual XLIV


“Os insensatos são pessoas que se quer acordaram para vida, são meros zumbis, que vivem por viver, para saciarem seus efêmeros caprichos feitos cães famintos e no cio...”

Paulinopax

sábado, 16 de abril de 2016

Está Próximo ...

O Reino de Deus
Paulo da Costa Paiva, OFS

            O Reino de Deus se manifestou e se tornou acessível de cada um de nós, por intermédio de Jesus, que veio anunciar a boa nova e salvar a humanidade, instaurando o Reino de Deus. Jesus iniciou o ministério da Igreja a partir de sua missão onde se cumpriu o tempo já anunciado a séculos por seus profetas e ungidos de Deus. E se manifestou de forma concreta assim como foi sua encarnação feito homem despojando-se como um mero mortal que tudo suportou como qualquer individuo que veio ao mundo nu e aos berros. Deus filho se fez humano para nos mostrar através de seu ministério salvífico a humanidade pode se tornar divina (comunhão) por seu intermédio, nos tornamos uno com Ele quando carregaste em seus ombros toda as misérias humana (pecado) e ao ressuscitar nos tornando divino pelo seu Santo Espirito que nos faz morada em nossos corações quando se agrega ao seu corpo místico (Igreja) pelo batismo (Nova Criatura)
            Desde do inicio de sua caminhada, Jesus estava plenamente consciente de sua missão o que deveria fazer e quais seria as suas consequências, o seu objetivo era manifestar a boa nova, o seu Reino a toda a humanidade por suas palavras e atitudes. Ele o Cristo é o próprio verbo encarnado e suas palavras era proclamada com autoridade que tocava muitos corações principalmente dos mais humildes, aqueles que estavam fadigados e sem expectativas. Seu reino trouxe esperança, não aquela que é efêmera mas uma alegria aos corações de eterno amor divino que transcendia os cárceres da morte, na eternidade em comunhão com Deus a partir da iniciativa da acolhida de sua palavra em seus corações. A Palavra de Deus proclamada por Cristo Jesus se comparava a semente lançada ao campo (coração) e dependendo em que tipo de terreno caiu a semente frutifica ou não, ou melhor dizendo quem a acolheu com alegria e se converteu a uma nova vida, se torna um com Cristo e Reino de Deus se manifesta em sua vida.
            Cristo ao ressuscitar dos mortos se manifestou como senhor e Sacerdote Eterno e soprou sobre seus discípulos o paráclito edificando, animando e santificando a Igreja, que é todo o seu povo que aderiram a semente da boa nova em seus corações pelo anuncio e testemunhos dos Apóstolos: Vida, morte e ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Por intermédio do Santo Espírito a Igreja se movimenta como um corpo vivo que é o corpo místico de Cristo na comunhão divina e humana, enriquecida com os dons do seu fundador, zelando fielmente os seus preceitos e a missão dada no apostolado junto ao mestre na missão dos séculos de anunciar e instaurar o Reino de Deus ao todos os povos em essência e principio da mesma, no Reino na terra, na peleja histórica de cada vivente suspirando a consumação dos tempo unido plenamente ao seu Rei na Gloria Eterna.


Paz e bem!

sábado, 2 de abril de 2016

Reflexão Casual XLIII


“Os estereótipos estão presentes em todas as esferas de nossa sociedade sendo peso morto e sem valor para o beneficio humanitário, mas se tornam peso de ouro para os inescrupulosos dirigentes que no poder se beneficiam de suas insensatezes. Por nada produzirem e não terem personalidade própria, pela falta de originalidade em assumirem e descobrirem os seus potenciais se tornam presas fáceis ao se entregarem aos modismos (Sistema) na ilusão de se sentirem vivos e percebidos, mesmo que seja da forma mais estúpida e insana que possa existir!”

Paulinopax