sábado, 23 de junho de 2012

Sei que sou uma centelha do teu amor !

CENTELHA DIVINA

Paulo da Costa
No infinito do mistério divino
Sei que sou uma centelha do teu amor

Ò dor! Porque me atormenta?,
Me faz ver minhas limitações.
Que nada sou além de um homem,
Buscando sempre as superações!
Às vezes me sinto inabalável,
Insuperável, justo e verdadeiro.
Percebo que meus pés são de barro,
Que a queda há de acontecer!

No infinito do mistério divino
Sei que sou uma centelha do teu amor

Sou humano e tenho os meus defeitos,
Mas também tenho minhas qualidades.
Reconheço a tua infinita grandeza,
E junto a ti tudo posso!
Tu és o Alfa e Omega,
Vim de ti e pra ti, eu voltarei.
Buscarei seguir os teus passos,
Deixando cristo viver em mim!

No infinito do mistério divino
Sei que sou uma centelha do teu amor


PAX...


Nenhum comentário:

Postar um comentário