sábado, 23 de julho de 2016

O Cão, o Lobo e as Ovelhas II ...

Teatro da Vida 

Paulo da Costa Paiva, OFS
Diante desse mecanismo de lobos e ovelhas, temos os caninos companheiros fieis dos pastores (filosofia), que tem os sentidos apurados para resguardar as tolas ovelhinhas que são facilmente seduzidas para o abate dos carniceiros e insaciáveis lobos famintos. Os críticos são presença na sociedade que incomoda, eles não têm a verdades em mãos e não são pessoas superiores a outras, mas tem um grande diferencial que é a ousadia de ver a vida sem as ilusões fantasiosas e coloridas, de um mundo de fachada e faz de conta. Eles preferem encarar o mundo de angustia e dor, buscando soluções ao denunciar de varias formas e artes, do que se embriagar na pior droga e mal que existe na humanidade que é a ignorância. Para muitos é insuportável se quer em pensar numa vida fora das ilusões, pois seria uma dor de morte por não ter estrutura para encarar uma realidade nua e crua, de um mundo de desigualdade, injustiças, fome, guerras e muita miséria, causada pela ganância (egoísmo), inveja, ódio e indiferença ao seu semelhante, pois isso é muito real e concreto que existe desde sempre muito além do quadrado que você vive do seu mundinho colorido. Infelizmente muito vivem numa total alienação se embriagando com entorpecentes emocionais e de prazeres efêmeros que os tornam dependentes cada vez mais e mais, numa total submissão (escravo) sem vida e sem alma, pois vendeste a preço de banana ao seu senhor que quer sugar sua vitalidade até última gota de sangue e depois te jogar fora como um verdadeiro lixo. Pois para o mundo consumista o ser humano só tem valor até quando ele pode oferecer algo, e depois se tornar nada (um ser inexistente) nesse lindo mundo fantasioso e colorido, onde tudo é perfeito e todos são felizes de fachada. O pior cego são aqueles que não querem ver e que muitas vezes preferem tachar os críticos como loucos e revoltados do que realmente lhe dar a atenção necessária para o bem comum e salvação de sua própria alma.
Mas diante dessa roleta louca da vida, cheio de falsas promessas e reais angustias devemos buscar sempre observar e se questionar de tudo, até dos ditos inquestionáveis como a fé, por exemplo, ou se não, vai viver uma vida toda numa fé infantil de faz de conta. Essa é pior mentira que existe que é querer se auto enganar com medo de se questionar, medo de ser tudo ilusão, uma grande mentira. É necessário mergulhar de forma profunda e amadurecida nos questionamentos existenciais da vida na busca das verdadeiras respostas que acalenta e madurece a alma de forma crítica e mística. Sim, pois não podemos somente buscar repostas racionalmente, pois somos seres limitados, e nossa concepção de transcendência é muito rasa, como é a nossa finitude no tempo. Por isso é importante não ter tabus e nem preconceitos diante da verdade devemos avaliar tudo para saber o que é realmente conhecimento valido ou não para a pessoa em si, como também para o todo (humanidade). Para amadurecer de forma intima com o seu ser interior, é necessário silenciar conhecendo nossas misérias e potencialidades para ai sim separar o joio do trigo, Cristo é o modelo por excelência que devemos se espelhar, o próprio verbo de Deus que se fez carne no meio de nós (humanidade) e dentro de nós (eu) para sermos também luzes para o mundo libertando muitos que estão acorrentados nas trevas da ignorância (pecado), mas essa libertação se dá ao desapego de tudo que nos escraviza, comprometendo a nossa dignidade de humano (Imagem e semelhança de Deus) nos tornando bestiais. É necessário renuncias e superações ao carregar a nossa cruz para realmente nos assemelharmos concretamente ao Mestre (Cristo Jesus). Não seremos felizes plenamente sozinhos é necessário termos o outro para compartilhar dessa felicidade, enquanto houver muitos que sofrem e agonizam de dor e uma minoria se alegrando e sendo indiferentes a esses irmãozinhos, qual a contribuição e testemunho cristão estaria dando? Os Maus também fazem o mesmo com os seus... Essa felicidade não será plena enquanto houver dor e sofrimento do próximo, pois a salvação da humanidade não será individual, mas o contrario será universal, enquanto houver injustiça estamos envolto de trevas (ignorância), mas temos a chave que pode ajudar a muitos se libertarem das trevas da escuridão o testemunho da boa nova de forma concreta em nossa vida, assim como Francisco pela cidade de Assis que só em caminhar e nada falar convertia muitos corações a uma vida iluminada em comunhão com Deus, numa real vida de amor a Deus e ao próximo na harmonia cósmica com toda a natureza e suas criaturas.

Paz e Bem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário