sábado, 26 de maio de 2012

“Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna"


Santos e Eucaristia

Paulo da Costa

Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu sangue, verdadeiramente uma bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.Assim como o Pai que me enviou vive, e eu vivo pelo Pai, assim também aquele que comer a minha carne viverá por mim.”(Jo 6, 54-57)

        A eucaristia é porta de entrada no mais profundo mistérios divino que mesmo estando vivo pode- se experimentar. É por intermédio da comunhão (Eucaristia) com Deus na trindade santa que podemos nos unir e nos tornarmos um com Deus em unidade plena. A santa eucaristia quando se recebe de corpo e alma numa verdadeira entrega, Deus se manifesta com todo seu poder e gloria onde os Céus se faz presente em nossa alma e em todo nosso ser, resplandecendo seu poder e infinito amor por cada um de Nós. Somente quem tem a intimidade com a eucaristia sabe como é profunda e constante a manifestação de Deus, que se revela e nos fortalece na caminhada para eternidade nos tornando portadores de sua presença através do testemunho sendo sal e luz para mundo, enfim novos Cristos.

        Se observarmos a vida dos santos de nossa Igreja Católica, perceberemos sua profunda intimidade com a eucaristia, pois eram pessoas de grande intimidade com o Amado que se manifestava pela Hóstia santa. Eram experiências profundas que levavam ao repouso em cristo ou a verdadeiros êxtases. Os santos sabia o valor da oração e das Sagradas Escrituras, mas sabia também que a Eucaristia era a forma mais direta e profunda de se encontrar com o Nosso senhor Jesus Cristo, um encontro onde Ele se revelava e se tornava um com os santos.Um grande testemunho disso, foi São Francisco de Assis, onde todos de Assis e cidades próximas já não sabia se era Cristo ou Francisco que estava ao seu redor, que através de seu testemunho manifestava profundo amor a Deus que presente estava na criação, nas criaturas e principalmente no próximo.
        Por isso se nos aprofundarmos na vida dos santos perceberemos que se tornaram modelos (referencia) daqueles que buscaram ter essa intimidade profunda com o Cristo eucarístico, eles por seus testemunhos se tornaram setas que apontam para Cristo, que se faz presente principalmente na santa Eucaristia, mas também nos alerta que eles assim como nós eram humanos e limitados com defeitos e qualidades que foram lapidados e moldados nas mãos de Nosso Senhor Cristo Jesus, que nos motiva por seus testemunhos de vida há nos tornamos também santos no mundo de hoje, santos de calça jeans que anunciam a boa nova com muita alegria e criatividade, com bastante fervor e seriedade com as coisas de Deus, buscando ter a intimidade com Cristo por intermédio da oração, das Sagradas Escrituras e principalmente com o Cristo Eucarístico que é a própria Hóstia Santa.


Paz e Bem!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário